Brincar é o trabalho da infância

Compartilhar

  • 0
  • 3699

Brincar é coisa séria. Brincadeiras são peças fundamentais na engrenagem da Primeira Infância. Não se trata de apenas distrair as crianças. Brincar contribui para o desenvolvimento físico, social, cultural, afetivo, emocional e cognitivo.

A constatação é científica. Diversos estudos concordam com a convicção de Piaget de que “brincar é o trabalho da infância”. As crianças investem entre 3% a 20% do seu tempo e de sua energia em brincadeiras e, após um período em que foram privadas da oportunidade de brincar, o tempo destinado a essa atividade aumenta. O brincar está associado aos meios não aos fins – ou seja, o processo do brincar é mais importante do que criar um objetivo. O brincar também é prazeroso.

A Enciclopédia sobre o Desenvolvimento da Primeira Infância reuniu evidências robustas sobre a importância do brincar que ajudam pais e educadores a criar ambientes para o brincar, estimulando e favorecendo a aprendizagem da criança.

Compartilhar

Deixe seu comentário

O Radar nas redes sociais

Iniciativa

Apoio

Iniciativa

Apoio