Diagnóstico precoce e cuidado multidisciplinar podem evitar cegueira infantil

Compartilhar

  • 0
  • 1443

Retinopatia da prematuridade, catarata, toxoplasmose, glaucoma congênito e atrofia ótica são as principais causas de cegueira e baixa visão moderada e grave infantil no Brasil. No entanto, com a oftalmologia atual, pelo menos 70% das causas de cegueira e grave comprometimento visual infantil poderiam ter sido evitadas ou possuem tratamento efetivo.

O artigo a seguir explica cada uma dessas causas, e mostra como podem ser tratadas ou prevenidas. Segundo o texto, é necessário um cuidado multidisciplinar com todos os profissionais que acompanham a mulher desde antes do nascimento até os primeiros anos de vida do bebê. No nascimento, a principal estratégia de triagem é a realização do teste de reflexo vermelho, popularmente conhecido como teste do olhinho.

Compartilhar

Deixe seu comentário

O Radar nas redes sociais

Iniciativa

Apoio

Iniciativa

Apoio