Estudo sugere que bebês se beneficiam de gestação tardia

Compartilhar

  • 0
  • 2206

(O conteúdo completo deste artigo está disponível somente em inglês)

A faixa média de idade com que as mulheres ocidentais têm seu primeiro filho tem aumentado desde os anos 1970, com um crescimento ainda maior a partir de 1995. Atualmente, as mulheres têm esperado até uma média de 28 anos de idade para engravidar pela primeira vez. O estudo a seguir investiga os efeitos dessa mudança cultural na saúde e desenvolvimento dos bebês nascido de mães acima dessa faixa etária.

O estudo analisou 1,5 milhão de nascimentos entre 1960 e 1991 e explorou a associação entre a a idade das mães e a altura, condicionamento físico, desempenho escolar e níveis de educação das crianças. Os dados revelaram que filhos de mães mais velhas eram mais altos, mais saudáveis e alcançaram níveis de educação mais elevados. Alguns fatores que podem explicar esses resultados estão relacionados às condições socioeconômicas do país, que melhoraram com o passar dos anos, beneficiando aqueles que nasceram mais tarde.

Compartilhar

Deixe seu comentário

O Radar nas redes sociais

Iniciativa

Apoio

Iniciativa

Apoio