Maternidade: vida social faz bem à saúde

Compartilhar

  • 0
  • 1631

Pela primeira vez, uma pesquisa publicada no periódico Proceedings of the National Academy of Science comprovou que não ter uma vida social pode ser tão prejudicial à saúde como uma doença. A reportagem a seguir faz uma ligação entre esse estudo e a importância da vida social para a saúde das mães após o nascimento de seus filhos.

No estudo, os especialistas cruzaram dados de pesquisas anteriores envolvendo adolescentes, jovens adultos e idoso com dados relativos à saúde dos participantes, como pressão arterial, medida da cintura, índice de massa corporal e níveis de proteína C reativa, que pode indicar a presença de inflamações, com indicadores da qualidade de sua vida social. Assim, eles chegaram à conclusão de que uma vida social satisfatória pode prevenir doenças. A explicação seria a de que o isolamento social tem capacidade de influenciar na regulação hormonal e no equilíbrio dos sistemas metabólicos.

Compartilhar

Deixe seu comentário

O Radar nas redes sociais

Iniciativa

Apoio

Iniciativa

Apoio