Muitos bebês dormem em locais inseguros, revela estudo

Compartilhar

  • 0
  • 1783

Mortes relacionadas ao sono do bebê são definidas como aquelas que ocorrem durante o sono ou no ambiente de sono. Entre as mais comuns estão síndrome da morte súbita do lactente, sufocação e estrangulamento acidental na cama, e mortes por doenças. O estudo a seguir investigou a segurança do sono dos bebês a partir da análise de gravações em vídeo. O objetivo era identificar situações de risco a que os bebês pudessem ser expostos. Foram observados 160 bebês saudáveis com 1, 3 e 6 meses de vida. Os investigadores constataram que 87% deles eram colocados para dormir em situações potencialmente perigosas e pelo menos um terço deles mudavam no meio da noite para local ou situações mais inseguras. Entre os principais fatores de risco para o sono do bebê já identificados pela literatura acadêmica estão: dormir de lado ou de bruços, superfície muito macia, roupa de cama frouxa, compartilhar cama, cigarro e não ser amamentado. (O conteúdo completo deste artigo está disponível somente em inglês)

Compartilhar

Deixe seu comentário

O Radar nas redes sociais

Iniciativa

Apoio

Iniciativa

Apoio