O papel dos sucos na alimentação complementar

Compartilhar

  • 0
  • 6254

O artigo a seguir aborda as orientações dos órgãos de pediatria sobre a oferta de sucos na alimentação complementar (entre os seis e 12 meses do bebê). De acordo com o texto, a oferta de sucos durante a introdução alimentar ainda não é um consenso entre os principais protocolos nacionais e internacionais.

Os primeiros alimentos a serem oferecidos ao bebê são as frutas in natura, excelentes fontes de vitaminas, minerais, fibras e compostos que contribuem para a prevenção de doenças. Sucos de fruta nem sempre proporcionam o mesmo benefício devido às perdas de fibras e alguns nutrientes no processo de preparo, além de conferir menor saciedade. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), os sucos de fruta devem ser evitados e restritos aos elaborados com a fruta in natura. Já a Academia Americana de Pediatria contraindica a oferta de suco no primeiro ano de vida, restringindo a oferta a 120 a 180 ml/dia entre 1 e 6 anos de idade.

Compartilhar

Deixe seu comentário

O Radar nas redes sociais

Iniciativa

Apoio

Iniciativa

Apoio