Prematuridade pode influenciar no comportamento infantil?

Compartilhar

  • 0
  • 1348

(O conteúdo completo deste artigo está disponível somente em inglês e para assinantes do periódico)

O estudo a seguir comparou o comportamento de crianças nascidas prematuras com o comportamento de crianças nascidas a termo, antes e após a entrada no primeiro ano escolar (entre 4 e 6 anos). O objetivo era avaliar se as crianças prematuras tinham maiores riscos de desenvolver problemas emocionais e comportamentais.

Para isso, foram analisados três grupos: 401 prematuros nascidos entre 25 e 31 semanas de gestação, 653 prematuros nascidos entre 32 e 35 semanas, e 389 nascidos a termo. Os resultados mostram que todas as crianças prematuras apresentaram maiores riscos de desenvolver problemas comportamentais e emocionais, sendo que aqueles nascidos com menor idade gestacional tiveram índices mais altos. Entretanto, os pesquisadores alertam que é difícil prever o desenvolvimento desses problemas baseando-se apenas na prematuridade.

Compartilhar

Deixe seu comentário

O Radar nas redes sociais

Iniciativa

Apoio

Iniciativa

Apoio