Resiliência precoce e suas consequências para o desenvolvimento

Compartilhar

  • 2
  • 1975

Resiliência é a capacidade das crianças de apresentar um desenvolvimento saudável apesar de dificuldades. Embora seja normalmente considerada uma adaptação bem-sucedida a eventos extremos, como maus tratos e pobreza, pode estar envolvida também em respostas a desafios cotidianos – sociais, físicos e intelectuais – que a criança enfrenta. É importante identificar as fontes de resiliência em crianças competentes, uma vez que podemos tentar induzir comportamentos resilientes em crianças menos competentes, principalmente aquelas que vivem em condições de grande estresse.

O artigo a seguir, que faz parte do acervo da Enciclopédia sobre o Desenvolvimento na Primeira Infância, aborda a fundo o tema da resiliência e responde aos seguintes questionamentos: (1) a resiliência é diferente da competência?, (2) a resiliência é resultante de fatores individuais, de contexto ou da combinação dos dois?, (3) a resiliência é uma capacidade comum, ou existem tipos de resiliência exclusivos para circunstâncias adversas específicas que não podem ser generalizados?.

Compartilhar

Deixe seu comentário

  • Adolfo Ramos comentou:

    Excelente artigo! Aguardo outros artigos que puderem enviar-me, por favor. Adolfo Ramos.

  • Administrador comentou:

    Oi, Adolfo! Inscreva-se para receber nosso boletim quinzenal. Basta clicar no link no cabeçalho do site. Abraço!

O Radar nas redes sociais

Iniciativa

Apoio

Iniciativa

Apoio