Responsabilidades do setor empresarial frente aos direitos da infância

Compartilhar

  • 0
  • 1212

(O conteúdo completo deste artigo está disponível somente em espanhol)

Na entrevista a seguir, Marta Maurás, diplomata e socióloga chilena, membro do Comitê das Nações Unidas pelos Direitos da Criança entre 2009 e 2013, fala sobre as responsabilidades do setor privado relacionadas aos direitos da infância. Para ela, no que tange a Primeira Infância, tudo o que tem a ver com a alimentação e a indústria farmacêutica tem um grande impacto.

Portanto, é importante que os negócios sejam conduzidos dentro de parâmetros claramente estabelecidas pelos Estados em nível nacional e internacional para garantir efeitos positivos, detectar abusos ou violações e efetuar a reparação adequada das consequências negativas. “Cada Estado deve promover um ato explícito de vontade política para fazer avançar as definições necessárias para que as empresas sejam socialmente responsáveis e prevenir os impactos negativos de suas atividades sobre a população”, defende.

Compartilhar

Deixe seu comentário

O Radar nas redes sociais

Iniciativa

Apoio

Iniciativa

Apoio