Violência no Brasil impacta no nascimento e na Primeira Infância

Compartilhar

  • 0
  • 1531

(O conteúdo completo deste artigo está disponível somente em inglês e para assinantes do periódico)

A exposição do bebê a situações de violência ainda no útero e no primeiro trimestre de gestação pode levar a maiores riscos de nascimento prematuro ou baixo peso ao nascer. É o que revela o estudo a seguir, que analisa dados das estatísticas brasileiras sobre nascimentos e mortes entre 2000 e 2010 e traça uma relação entre a violência urbana e resultados ao nascimento.

Esses efeitos foram encontrados tanto em pequenas cidades, onde as taxas de homicídio são menores, quanto em grandes cidades, onde a violência é endêmica. Segundo os pesquisadores, o impacto é especialmente significativo entre crianças cujas mães têm baixos níveis de educação. Este fato também implica que a violência agrava a desvantagem que essas crianças já sofrem como resultados do baixo nível socioeconômico de seus lares.

Compartilhar

Deixe seu comentário

O Radar nas redes sociais

Iniciativa

Apoio

Iniciativa

Apoio